PATCHWORK – FASCINANTE E SURPREENDENTE!

Há cinco anos, mais ou menos, coloquei em prática o projeto de ingressar no mundo do patchwork. Fiz algumas aulas estanques e me arrisquei em aventuras autorais. Mas, diferentemente de outras “artes”, nas quais sempre fui autodidata, essa exigia um aprendizado mais consistente.

Decidi, então, abrir espaço na minha vida para isso e fiz dois cursos na Art Works: o Patchwork Básico à Mão – sim, porque você pode costurar tudo e até fazer uma colcha sem usar a máquina – e o Patchwork Básico à Máquina. Os dois cursos são requisitos essenciais para ser uma aluna mensalista na Art Works, hoje Patch na Vila, porque se mudou da 116 Sul para Vila Planalto.

Meu primeiro trabalho à mão: GRAVATINHA – lugar americano…

como toalha de bandeja. O primeiro trabalho ninguém esquece!

Almofada em blocos LOG CABIN (cabana de madeira) – um dos mais tradicionais e versáteis no patchwork. É também um estilo e uma lenda.

Linda, não é mesmo?

Fizemos, ainda, um painel (ou caminho de mesa) com três blocos diferentes: ESCOLINHA (SCHOOLHOUSE), FALSA ESTRELA DE OITO PONTAS E LEQUE DA VOVÓ. A composição bem típica, propiciou o aprendizado de técnicas essenciais para o patchwork.

Trabalho pronto, etapa encerrada e um resultado surpreendente. Patchwork é um mundo fascinante!

Comecei, então, o curso básico à máquina. Nesse módulo as alunas podem escolher seus tecidos para composição de quatro blocos: ESTRELA DE OHIO, FLYING GEESSE, FOUR PATCH/NINE PATCH E ESTRELA DA AMIZADE. Adivinhe que tecidos escolhi?

Quem me conhece sabe que a opção só poderia ser essa! Tecidos com motivo de Natal. Uso como toalha de mesa. Adorei a experiência! Missão cumprida!

Relutei para fazer esses cursos porque já costurava desde a infância. Mas, confesso que aprendi muito. Detalhes essenciais de acabamento, tipo como esconder os nós de linha do início e do arremate da costura, como fazer um viés perfeito e costurá-lo nas peças e como escolher linha e agulha adequadas a cada trabalho, fazem toda a diferença. Além disso, aprendi o passo a passo da técnica.

“Qualquer pessoa pode fazer patchwork, mesmo que nunca tenha segurado uma agulha. É preciso, apenas, tecidos variados, tesoura, agulha, aprendizado da técnica e muita criatividade”, diz a professora Rosely Leal, proprietária do Patch na Vila. “Quanto mais costurar, mais vai aprender e mais vai se apaixonar pela arte de unir retalhos e transformá-los em possibilidades ilimitadas”, completa.

Eu concordo plenamente com ela. Quando iniciamos um trabalho, ficamos loucas para ver o resultado, que vai aparecendo devagarzinho, e pensar em muito mais coisas queremos fazer. Experimente você também!

Contato – Art Works/Patch na Vila – 3245-6838 e 3367-2777

Anúncios
Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “PATCHWORK – FASCINANTE E SURPREENDENTE!

  1. Q menina aplicada!
    COntinue assim…..
    bjim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: